Buscar
  • Probono

Transformação Digital: Como se posicionar nesse novo mundo


Não é novidade para ninguém que vivemos na era digital, a era da informação, iniciada em meados dos anos 70, que se estabeleceu na década seguinte com avanços tecnológicos, e desde então, caminham a largos passos para otimizar todos os processos da vida em geral, desde tarefas domésticas simples aos mais complexos fluxos de produção.


Vivemos numa era onde o cenário atual só era uma possibilidade no desenho dos "Jetsons", impulsionada pela pandemia do COVID-19, a era digital tem possibilitado transformações exponenciais no nosso cotidiano: robôs limpam a sua casa, sua geladeira te diz quais alimentos existem dentro dela e as respectivas quantidades e validade dos produtos. Todas essas alterações também provocam mudanças no mundo corporativo de uma forma demasiadamente expressiva e demonstram que para liderar o mercado deve-se trabalhar e apresentar serviços e produtos compatíveis com as expectativas do cliente, que na era digital é cada vez mais participativo e exigente.

Diante disso, os sindicatos, como negócios que visam atender as demandas dos seus sindicalizados, também tiveram que se reinventar em um curtíssimo período de tempo para otimizar o seu desempenho de forma a não ser afetado pelas condições adversas que atingem o nosso país. Exige-se muito contato interpessoal para que a comunicação entre empregados, tribunais e empresa seja realizada de forma límpida, mas, em decorrência da pandemia do COVID-19, esse contato passou a ser totalmente online, de acordo com as medidas de segurança expostas pelas autoridades competentes.

Diante da crise econômica, também proveniente da pandemia, diversas empresas enxergaram a necessidade de passar pelo processo de demissão em massa, a fim de evitar o processo de falência, mas, dessa forma, aumentou significativamente a demanda dos sindicatos. Imagine que 7 mil ex-empregados de uma rede alimentícia espalhada por todo território nacional abrem uma campanha para receberem seus direitos, sem o auxílio da tecnologia, e com legislações regionais distintas, diga-se de passagem, seria inviável atender essa demanda respeitando os prazos e, assim, interferindo no resultado da campanha. Essa situação atípica, a quarentena nos trouxe a necessidade de nos reinventarmos, e consequentemente, otimizou processos, facilitando o fluxo de trabalho e, em alguns casos, substituindo a mão-de-obra humana.

A outra extremidade dessa situação também sofre, o sindicalizado, o qual às vezes, não pode trabalhar pois ainda está vinculado ao antigo emprego e, com a sua renda comprometida, acaba sofrendo o que tem sido rotulado de "Mal do século", a ansiedade. Ansioso para que toda a situação se resolva o mais rápido possível, para que haja clareza de todos os passos do andamento do seu processo, corre o risco de ser acometido, inclusive de outros transtornos mentais.


O fato é que, a transformação digital veio para ficar, a pandemia do COVID-19 foi apenas um catalisador dessa mudança, dificilmente as coisas voltarão a ser como eram, o uso de sistemas informatizados e aplicativos tem se mostrado imprescindível no mercado e quem não está fortemente inserido no mercado digital está ficando para trás, em relação à concorrência, e principalmente, em relação aos resultados que poderiam ser gerados através do uso da tecnologia.

Pensando nisso, nós da Probono, preparamos um infográfico explicando os principais conceitos da jornada de Transformação Digital que vão te ajudar a entender a relevância da sua aplicação na prática.


E você pode encontrá-lo aqui >> http://bit.ly/InfograficoProbono <<


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo